O Imposto da pessoa física também pode gerar benefícios para projetos culturais, esportivos e sociais.

Considerando todas as possibilidades previstas na legislação, é possível destinar até 8% do IR a entidades.

Para isso, é preciso doar até o dia 31 de dezembro de cada ano.

Assim, ao invés de ir para o bolo de arrecadação do governo, o porcentual do IR é aplicado em projetos que podem ser acompanhados e fiscalizados pelo contribuinte, fomentando a cidadania, como a ACEUL faz!